3 soluções para desenvolver um produto de tecnologia para revender

??????????????????

Chega um momento em que o seu negócio precisa de um upgrade. A saída, na maioria dos casos, é a elaboração de um novo produto. No entanto, no caso das empresas de tecnologia, como sabemos, essa alternativa não é tão simples quanto parece. Para garantir a qualidade do projeto, é preciso apostar em profissionais que realmente entendam do assunto. E mais ainda: é fundamental fazer uma correta aplicação de recursos financeiros para que nada escape do orçamento.

Normalmente o empreendedor busca essa força tarefa externamente, através de empresas especializadas ou freelancers, muito embora também seja comum o remanejamento de profissionais internamente para cumprir com a missão. Qual deve ser a melhor solução? Nesse post, pretendemos abordar um pouco mais sobre essas três principais maneiras para desenvolver produtos de tecnologia para revenda. Com isso, o empreendedor poderá tomar mais cuidados durante esse tipo de planejamento. Confira!

Freelancers: custo pela metade, atenção em dobro

Prática muito comum no mercado de startups, a contratação de freelancers certamente apresenta uma saída para aqueles empreendedores que ainda não contam com um grande aporte de capital para investirem em grandes equipes ou empresas especializadas. Acontece que, apesar dos custos reduzidos, o empresário precisa redobrar sua atenção quando for optar por esse tipo de alternativa.

Sim, existem muitos profissionais competentes no mercado, mas é preciso ter muita confiança na pessoa antes de fechar qualquer contrato com ela. O que se observa na maioria dos casos é que os investimentos não compensam, pois, além de entregarem os produtos desejados fora dos prazos combinados, muitos profissionais acabam não desenvolvendo um trabalho completo e profissional — muitas vezes por não possuírem uma estrutura para o desenvolvimento dos produtos.

Empresas especializadas: uma saída segura

A outra alternativa para o empreendedor é optar por empresas especializadas, que possuam uma equipe de profissionais qualificados para atender a demanda dos seus clientes. Normalmente essa é a escolha mais segura, embora também seja necessário verificar o portfólio da prestadora de serviços para garantir que o produto final realmente terá a qualidade esperada.

O que muitos empresários esquecem é que, ao contar com empresas especializadas para atender o pedido, eles estão, ao mesmo tempo, garantindo o suporte de uma série de profissionais qualificados. Além disso, ao assinar um contrato com uma empresa, todo o relacionamento será estabelecido de maneira mais formal e profissional, representando ainda mais segurança para o empreendedor.

Desenvolvimento interno: alternativa para poucos

Por fim, o empreendedor também pode apostar na sua equipe interna, desenvolvendo o novo produto na própria empresa. Essa também é uma ótima alternativa, no entanto, são poucos os empreendedores que possuem uma estrutura interna para atender essa demanda. A redistribuição de profissionais para lidar com o projeto muitas vezes é uma saída onerosa, já que eles deixarão de executar suas tarefas principais para dar atenção a ele. Além disso, monitorar e acompanhar o progresso do projeto certamente tomará muito tempo de gestão.

E então, qual das alternativas você considera mais viável para o seu negócio? Compartilhe através do espaço de comentários!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>